segunda-feira, 13 de março de 2017

ALICE E A COMPLEXIDADE EXISTENCIAL


Alice e a Complexidade Existencial

Alice caminha em silêncio sem saber  de onde vem essa força viva que a faz caminhar além dos desconfortos e  falsas verdades que só produzem angústia e a certeza de que está presa dentro de um contexto sem conseguir reformular a própria existência. Tenta preservar a  consciência e a humildade de quem nada mais é, que um caminhante. Ponderando o silêncio, faz o silenciar da alma buscando a internalização de cada pensamento diante da simplicidade da vida e da complexidade do viver. Alice é causa primeira de introspecções e sublimes lampejos de lucidez que ampliam a compreensão do que vive dentro e fora do seu coração. É mulher e isso justifica a elegância das dúvidas, a ilustração resplandecente da iris amarelada e a espiritualidade que lhe confere um ar quase angelical. Alice poderia ser um anjo, mas pertence a uma classe de seres humanos que exercem um encantamento por serem permanentemente assim - etéreos. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário